quarta-feira, 20 de agosto de 2008

TRT-SP: Saiu edital para Técnico e Analista . Até R$6.457


Estabilidade profissional. Boa remuneração. Plano de carreiras. Estes são alguns atrativos do grande concurso público para os cargos de técnico e analista judiciários do Tribunal Regional do Trabalho da 2ª região (TRT 2ª), que abrange a capital, Grande São Paulo e baixada Santista. A oferta inicial é de 21 vagas para preenchimento imediato, sendo 12 para técnicos e nove para analistas, mas o concurso também é destinado para formar cadastro reserva de pessoal. Além destas, o órgão conta com 2.388 vagas que poderão ser preenchidas durante o prazo de validade do concurso, dependendo de aprovação de projetos de lei para criação de varas, ampliação de vagas e transformação de cargos. Caso todas sejam aprovadas dentro do prazo de validade do concurso serão para remanescentes do concurso. Para concorrer a técnico é necessário possuir ensino médio e para analista, nível superior.

As inscrições serão recebidas a partir de 22 de setembro, com prazo até 9 de outubro pela internet e 10 de outubro, nas agências credenciadas do Santander. O concurso conta com a possibilidade de isenção de taxa para o candidato que comprovar renda familiar de até três salários mínimos ou renda familiar per capita de até meio salário mínimo. Neste caso, o pedido somente poderá ser feito a partir de quinta-feira, dia 21, até 25 de agosto. Os vencimentos iniciais, considerados bastante atrativos, são de R$4.101 para os técnicos e R$6.457 para os analistas.

Além dos salários, o órgão oferece, como benefícios, auxílio transporte, auxílio alimentação no valor de R$450, convênios médico e odontológico, incentivo anual para a realização de cursos de pós-graduação e auxílio pré-escola de R$350 para quem possui filhos com até seis anos. Do total de vagas para técnicos, sete são para a área administrativa, que exige apenas ensino médio. As demais são para especialidades com formação técnica nas áreas de informática, enfermagem e segurança. Para os analistas, para a área administrativa, que exige nível superior em qualquer área, o concurso é para cadastro. A carreira também conta com opções para formados nas áreas de Direito, Informática, Biblioteconomia, Contábeis, Medicina em diversos ramos, Psicologia e Estatística.

Os pedidos de isenção de taxa deverão ser feitos somente pela internet, na página eletrônica da organizadora do concurso, a Fundação Carlos Chagas. Até o próximo dia 25, quem solicitar a isenção deverá encaminhar, por sedex, para a organizadora, comprovantes de rendas de todos os membros da família com mais de 14 anos.

Para as inscrições efetivas, para todos os candidatos, nas agências credenciadas, os interessados devem comparecer munidos de documento de identidade, sendo consideradas carteiras ou cédulas de identidade expedidas pelas Secretarias de Segurança, Forças Armadas, Ministério das Relações Exteriores ou Polícia Militar, cédula de identidade para estrangeiros, cédulas fornecidas por órgãos ou conselhos de classe, carteira de trabalho e Previdência Social ou carteira de habilitação com foto. Em caso de procuração será necessário apresentar o respectivo instrumento, cópia autenticada do documento de identidade do candidato e identidade original do procurador. As taxas são de R$52 para os técnicos e R$ 67 para os analistas. Para inscrições nas agências também haverá acréscimo de R$3,50 de material de inscrições. Pela internet, no último dia o acesso poderá ser feito somente até às 20h30. A aplicação das provas escritas está prevista para 16 de novembro. Além das vagas iniciais, diversas outras poderão ser preenchidas durante o prazo de validade do concurso, que é de dois anos, podendo ser prorrogado uma vez pelo mesmo período. As contratações serão feitas pelo regime jurídico dos servidores civis da União.

No último concurso do TRT para técnicos e analistas, realizado em 2004, para preenchimento inicial de 43 vagas - 25 técnicos e 18 analistas - e formação de cadastro reserva, durante o prazo de validade foram convocados 1.572 aprovados, sendo 392 para para analistas na área judiciária, 120 para analistas na área de execução de mandados e 1.060 para técnicos.

Notícia de 15/08/2008
Fonte: Folha Dirigida






1 comentários:

Anônimo disse...

Amigo Merval. Acabei de descobrir o seu site. Maravilhoso. Grande e importante contribui�ao �s pessoas que estudam para concursos. LI alguns comentarios e vi que muita gente faz cr�ticas, porque nao consegue baixar o material. As vezes isso se deve � propria velocidade da Internet. Aconteceu comigo e acontece. Vou ter q viajar quase 600 quilometros para levar os meus presentes que voce disponibilizou aqui, para casa. Um grande abra�o. Sewu trabalho � gentil e humano. Assim que conseguir baixar qualquer coisa, comento de novo te agradecendo. Valeu. (ADALBERTO DOS SANTOS - Cajazeiras - Paraiba)

Postar um comentário

• DEIXE AQUI SEU COMENTÁRIO
• OBRIGADO PELA VISITA